quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Tão Linda
Um jeito simples de ser
Menina mulher descobrindo a vida
Sereno amor que começa a nascer
Sem medo de uma despedida,
Seu olhar sincero e sereno
Traz no peito um amor ameno
Sua boca cheia de desejos
Querendo se afogar em beijos,
No corpo a marca do cansaço
De quem vem de longe procurando abraço
Deitar na limpeza dos sonhos de amor
Se jogar num infinito sem se preocupar com a cor,
Submersa num mar cheio de estrelas do céu
Navegar pela sua geografia e me afogar no seu mel
Em ondas de desejos inquietos navegar
Perder-me no azul do céu e no verde azul do mar,
Rasgar o céu de um caminho infinito
Cortejar a insanidade do amor mais bonito
Preparar o coração pra chegada da paz
Que no universo do amor nunca mais se desfaz,
Equilibro-me no horizonte das suas fantasias
Faço dos seus dias os meus melhores dias
Trago-te paixão prazer e alegria
De vivermos o eterno amor
Alimentando-nos da nossa poesia.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

2 comentários:

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Poesía y Pasión...Para que se quiere más cosas.
Precioso Poema, Everson.
Um abraço.

Odair Ribeiro disse...

Visitando, conhecendo.

Vou volto.

abraço!